quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Ainda não vos contei o meu sonho gore, pois não?

No meu sonho a minha amiga ia tirar-me uma amostra de sangue mas não tinha seringa... não.
Tinha uma faquita. A minha faquita de descascar batatas.
E nada de garrotes nem coisas dessas. Não.
Vai que espeta o bico da faca no braço e toca de abrir um lenho a muito custo, que nem a faca tem serrilha nem está bem afiada.






Claro que acordei, né? A limpar a boca e a cara do sangue que escorria por todo o lado. Mas era só um sonho. Não havia uma única gota perdida em lado nenhum.

9 comentários:

hibrys disse...

Tu andas a ver mto o "Saw"!!!!

João disse...

wtf?

pensamentosametro disse...

Que raio de coisas andas tu a aler e a ver antes de dormir. Pssssiuuuu, que ainda te vêem dizer que a culpa é do Saramago.


Bjos


Tita

mimanora disse...

Isso é mais um pesadelo, não?!

Júlio disse...

Mas que grande sonho...

Thunderlady disse...

Hibrys, João, Tita: nada de influências de filmes nenhuns, eu acho é que é mesmo medinho que essa minha amiga um dia me tire sangue, ihihihih

Mimanora e Júlio, foi mesmo sonho. Os meus pesadelos que me fazem acordar sobresslatada e apavorada e tudo são deuma simplicidade atroz. O meu maior pesadelo é querer correr ou gritar e não conseguir ou sair do mesmo sítio ou emitir um som.

...


Bjs

ThunderDrum disse...

Ainda bem que eu não levei nenhuma facada, de tão perto que estava...

Por falar em Saw, temos que ver o V!!!

Anónimo disse...

Xi, Vanda. Credo. Medo!

(Ironicamente, esta noite sonhei que com esta idade, estava ansiosa pela chegada do pai Natasl, que me ia trazer uns chinelos. Imagine-se!)

beijinho :)

ovo*

Borboleta disse...

ai mulher, pelo menos não andas a sonhar com elefantes azuis e ursinhos a saltar de nuvem em nuvem.

atenção, nunca sonhei isso!