segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Citação #3

«Tentei explicar aos meus pais que a vida é um presente engraçado. Ao princípio, sobrestimamos este presente: acreditamos ter recebido a vida eterna. Mais tarde, subestimamo-lo, achamos que é uma porcaria, muito curta, ficamos quase tentados a deitá-la fora. Por fim, percebemos que não era um presente, era apenas um empréstimo. E então esforçamo-nos por merecê-la. (...) Quanto mais velhos somos, mais necessário é ter bom gosto  para apreciar a vida. Temos de nos tornar requintados, artistas. Aos dez ou aos 20 anos qualquer idiota consegue gozar a vida, mas aos cem, quando não nos podemos mexer, é preciso usar a inteligência.»

Em: Óscar e a Senhora Cor-de-Rosa
       Eric-Emmanuel Schmitt

2 comentários:

rosa ramos disse...

Formidável!!!!
Vou roubar, obrigada por partilhares.

Peregrina disse...

Li ontem este livro. É imperdível. Muito bom!