segunda-feira, 15 de junho de 2009

De volta...

Com muita pena minha (e do Thunder. E do Pootchie Nunes).

Guardo o toque da areia na pele, o vento no cabelo, a água salgada no corpo. A impressão nos ouvidos depois dos mergulhos. A sensação de leveza e paz que sinto dentro de água.

Guardo os abraços apertados dos sobrinhos, os seus gritos histéricos que fazem qualquer um passar-se da cabeça - até a mim que só estou com eles algumas horas por ano. Guardo todos os seus pedidos de vestir pijamas e dar beijinhos antes de dormir. E ler uma história. E preparar um copo de leite.

Guardo os brindes de mini, o cheiro das brasas, o aroma fresco do tomate acabado de cortar e as lambidelas nos dedos para tirar o sal dos amendoins.
Guardo os momentos de riso como se fossem os últimos.

E no regresso acompanhou-me um céu carregado de emoções, que no meio do calor intenso ia chovendo sem que as pingas grossas fizessem mossa - muito pelo contrário, davam vontade de abrir os braços, recebê-las uma a uma e guardá-las a todas.

Não quero guardar a sensação de abrir a porta de casa e ter a vida de sempre a acolher-me de braços abertos, à minha espera em cada gaveta, em cada azulejo, em cada torneira, em cada canto da casa.

Não. Não tive nenhumas saudades.

4 comentários:

mimanora disse...

Tudo sensações boas que nos fazem não querer regressar:)

Ovinho Estrela(do) disse...

Como te compreendo, amiga linda...

Não tive umas férias nem de longe fantásticas como as tuas...! que foram! :)
e merecidas para ti e para o Noddy-Guitar!
Mas os três dias que dediquei ao meu dolce fare niente deixaram-me triste... Triste... Por terem terminado. E por prever que não terei outros assim.

Como te entendo... enconsta aqui no ombrinho da amiguxa e choremos "ambas as duas"!!

Joko enorme!

*

um rauf-rauf ao PNunes!

ThunderDrum disse...

Eu não o escreveria melhor... ;)

pensamentosametro disse...

Guarda esse sentimento. Regressarás antes de erceberes que o tempo passou.


Bjo



tita