segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

A minha sogra é um boi



(Foquem-se no refrão, é o que interessa)

7 comentários:

Cati disse...

É uma grande balada, quer a versão Sardet, quer o original dos Mata Ratos.

Aliás, acho que este é o melhor momento de sempre do André Sardet.

*alguma coisa que ver com os sapos?

Júlio disse...

AHAHAHAHAHAH

Nunca mais te perdoo, pões-me a ouvir Sardet, e pior... Gostei. Pela primeira vez, gostei de ouvir o gajo...

(não tinha visto isto ainda!)

mimanora disse...

Sardet no seu melhor :)
É imaginação minha ou este mês ja falaste da sogra 2 vezes?...

Ovinho Estrela(do) disse...

Sobre sogras já escrevi... De todas as que tive: relação muito cordial, com amizade pelo meio. Com uma, só nas entrelinhas. Mas a coisa corria bem...
Devo dizer que em duas, bovinos eram mais os filhos!!

Bem... Acho que naquela balada parva que ele tem em que canta a plenos pulmões "Eu não sei o que me aconteceu para gostar de alguém como tu...", estava a referir-se à mulher, acusando-a de ser filha de alguma vaca!

Jokito! :D

Kika Canas da Lapa disse...

Fantástico, só é pena ser cantada por este coisinho... :P

pensamentosametro disse...

AHAHAHAH, a minha sogra era um anjo.


Bjos


tita

João disse...

Mata Ratooooos!!!! xD

Clássico