quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

E por extensão dos 3 últimos posts

Não é pelo recheio de uma carteira (quem diz carteira diz conta(s) bancária(s) ) que se mede a riqueza de uma pessoa.

4 comentários:

pensamentosametro disse...

Mais uma vez te digo vou pelo miolo e não pela casca,para além de não ter o hábito de perguntar o que podes fazer por mim? Se calhar também não perguntarei o que posso fazer por ti de forma suficiente, mas isso são outras histórias...



Bjos


Tita

Rita disse...

Até porque às vezes a carteira tem muito recheio mas o dono é sovina e não faz uso dele...
Jokas

Ovinho Estrela(do) disse...

Mais riqueza interior.

jokos enjoadinhos, q isto n me passa.

*

mimanora disse...

O dinheiro é bom em boas mãos;)